quarta-feira, 22 de junho de 2016

Dons de Línguas - Verdade ou Mentira?



Com o objetivo de elucidar a todos que possuem dúvidas a respeito deste tema, nós do VCD estaremos trazendo este breve estudo.

Primeiramente quando se fala em dons de línguas não podemos esquecer do texto de Atos 2:1-11:

E, cumprindo-se o dia de Pentecostes, estavam todos concordemente no mesmo lugar;
E de repente veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados.
E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles.
E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem.
E em Jerusalém estavam habitando judeus, homens religiosos, de todas as nações que estão debaixo do céu.
E, quando aquele som ocorreu, ajuntou-se uma multidão, e estava confusa, porque cada um os ouvia falar na sua própria língua.
E todos pasmavam e se maravilhavam, dizendo uns aos outros: Pois quê! não são galileus todos esses homens que estão falando?
Como, pois, os ouvimos, cada um, na nossa própria língua em que somos nascidos?
Partos e medos, elamitas e os que habitam na Mesopotâmia, Judeia, Capadócia, Ponto e Asia,
E Frígia e Panfília, Egito e partes da Líbia, junto a Cirene, e forasteiros romanos, tanto judeus como prosélitos,
Cretenses e árabes, todos nós temos ouvido em nossas próprias línguas falar das grandezas de Deus.

Creio que o livro de atos é muito rico em doutrina e tanto quem crê na vigência dos dons (no caso dons de línguas) quando os chamados cessacionalistas, sabem que houve sim um derramamento deste incrível dom nos cristãos que estavam inseridos neste capítulo de Atos dos Apóstolos.

Mas a confusão e deturpação do contexto ocorre na simples leitura e interpretação dos fatos que ocorreram em Pentecostes.

Sem levar pra o lado da vigência ou não do dom de línguas vamos levantar algumas questões:

1) "E, cumprindo-se o dia de Pentecostes" Atos 2:1 - Havia uma profecia ou alguma recomendação específica para este dia?

2) "E de repente veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados. E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles. E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem." - Atos 2:2-4 - E foram vistas por eles línguas que foram REPARTIDAS, as quais POUSARAM sobre cada um, ou seja, o dom não é sujeito a Eles e sim ao Espirito Santo.

3) "E em Jerusalém estavam habitando judeus, homens religiosos, de todas as nações que estão debaixo do céu. E, quando aquele som ocorreu, ajuntou-se uma multidão, e estava confusa, porque cada um os ouvia falar na sua própria língua. - Atos 2:5-6 - Em Jerusalém está havendo uma festa, a festa de Pentecoste, e na cidade havia pessoas de todas as nações, que logicamente falavam suas próprias línguas nativas. e no verso 6 é claro que "porque cada um os ouvia falar na sua própria língua", só por este versículo já cai por terra 90% dos dons de línguas contemporâneos.

4) "Partos e medos, elamitas e os que habitam na Mesopotâmia, Judeia, Capadócia, Ponto e Asia, E Frígia e Panfília, Egito e partes da Líbia, junto a Cirene, e forasteiros romanos, tanto 

judeus como prosélitos, Cretenses e árabes, todos nós temos ouvido em nossas próprias línguas falar das grandezas de Deus." - Atos 2:9-11 - Estes versículos são também muito importantes por 

demostram e expõem a serventia, a razão de um dom de línguas, ou seja, para anunciar as grandezas de Deus.

Outra confusão e má interpretação existe também no texto de I Coríntios 13:1-2, qual seja:

"Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine. E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os 

mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria"

Já ouvi até de Cristãos sinceros justificando seu  "silêncio" em se manifestar contra o "labaxuricantaras" "nébias" "decovais" por esse texto, onde teoricamente a línguas dos anjos seria 

desconhecida ao homem, ou seja, diferente de Atos 2 que são línguas conhecidas, as línguas faladas hoje nos templos seriam sim línguas decorrentes a um dom divino.

Há uma outra "lenda" que o crente fala o "labaxurias" para satanás não conseguir entender somente os anjos e Deus, me faltam palavras pra comentar isso mas por incrível que parece isso existe 

dentro das congregações.

Tal prerrogativa é um absurdo!

Mas o que o apóstolo Paulo estava dizendo no texto de I Coríntios 13:1-2?


O apóstolo Paulo, em seu texto em I Coríntios 13, está exortando aquela Igreja, que em uma demonstração de falta de Cristianismo, estava falando em vários idiomas desconhecidos por aquelas 

pessoas, afrontando com isto os que eram indoutos e aqueles que procuravam a Igreja a fim de conhecer a mensagem do Evangelho.


Algumas coisas ficam claras por parte do texto:


1) O apóstolo Paulo não falava línguas de anjos. Isto fica indicado pelo condicional da frase: "Ainda que eu falasse."
2) Mesmo na possibilidade (que não havia) de alguém falar as línguas faladas pelos anjos ao se comunicam uns com os outros, ainda assim, sem amor, não teria qualquer valor.
3) Segue o apóstolo dizendo que se tivesse fé suficiente para transportar os montes, sem amor, nada seria.

Seria algo tão glorioso falar-se em todas as línguas dos homens e dos anjos quanto seria transportar os montes através da fé. São eventos colocados pelo apóstolo lado-a-lado como sendo equivalentes, ou seja, uma linguagem poética. Quem não pensa dessa forma creio que no mínimo teria que levar em conta isso.

Precisamos ser bem coerentes com a palavra de Deus e por a prova todo tipo de ensino e qualquer experiência pessoal, e não deixar que o emocionalismo seja mais relevante que as Escrituras.

Eu vou confessar que creio no dons, ainda, não sou cessacionalista, contudo para um dom ser classificado como sendo da parte do Senhor ou não deve-se atender a João 16:8,9, fora isso é invencionisse humana.

"E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo.
Do pecado, porque não crêem em mim;" - João 16:8,9









36 comentários:

  1. Desculpa meus irmãos nas essa interpretação foi um pouco infeliz ,pobre de contexto e equivocada,tem mais textos bíblicos que expõe os dons de línguas com simplicidade é clareza,acho que não devemos generalizar o sensacionalismo atual em uma benção tão linda da parte do espírito santo . Desculpe mas é minha opinião.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você tem o direito de discordar, contudo diferentemente do texto sua opinião não veio embasada de versículos, logo não posso a relevar, pois como diz em Gálatas 1:8 oque está fora do contexto bíblico, não é o evangelho é fábulas

      Excluir
    2. Mano, você está errado.
      1. Cortíntios 13 diz "ainda que eu falasse a língua dos homens e a língua dos anjos". Logo, pela sua interpretaçao, ele nao falaria nem a lingua dos anjos, e tampouco a lingua dos homens.
      Eu creio que o falar em línguas nao é fundamentado nesse versículo, mas sim em 1. Corintios 14:2-4.
      Então, se você já errou nesse ponto, você pode errar em outros. Religiosidade é querer taxar Deus, colocá-lo em uma caixa e dizer "é desse jeito".

      Excluir
    3. Eduardo, não apresento minha verdade aqui, você pode estar enganado por compreender equivocadamente esse contexto, ou até ter sido influenciado pelo sistema.

      Vamos lá:

      Na expressão “línguas estranhas”, o termo “estranhas” não se encontra no original grego, contrariando assim a ideia de alguma manifestação incompreensível do dom. Veja a tradução da Nova Versão Internacional: “Pois quem fala em uma língua [ou outro idioma] não fala aos homens, mas a Deus. De fato, ninguém o entende; em espírito fala mistérios” 1 Coríntios 14:2..
      Desse modo, o dom de línguas de 1 Coríntios 14 (e de outros textos) era o mesmo dado pelo Espírito Santo na ocasião do Pentecostes. E, o problema na igreja de Corinto girava em torno da forma desordenada como o dom era usado.
      O dom de línguas tem propósitos evangelísticos. Se o evangelho não for compreendido, as pessoas não serão salvas.
      Biblicamente, há apenas um tipo de dom de línguas: aquele pelo qual as pessoas entendem a vontade de Deus para a vida delas.

      Continuo errado? A bíblia é mentirosa (ah se for uma tradução onde omita a verdade sim é mentira)? ter a palavra de Deus (a bíblia) como parâmetro é colocar "Deus dentro de uma caixa"?

      Excluir
    4. Romanos 8:26 nos ensina: “Também o Espírito, semelhantemente, nos assiste em nossa fraqueza; porque não sabemos orar como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós sobremaneira, com gemidos inexprimíveis”
      Ao senhor João Batista ai vai uma versículo o qual fala sobre gemidos inexprimíveis

      Excluir
    5. kkkkkkkkkkkkkkkkk o que gemidos tem haver com dons de línguas? não vamos misturar as coisas, as ações do Espírito Santo são conforme João 16:8-9 - "apenas isso"

      Ou seja testificar Cristo, a Justiça e o Juízo

      Precisa de mais alguma coisa?

      Romanos 8 fala da graça, de como Deus é misericordioso conosco e como somos totalmente incapazes de fazer algo pra nos salvar

      Excluir
    6. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    7. Irmão, acho desnecessário vc rir de algo, que na verdade tenho dúvidas, sou um cristão convertido a pouco tempo, e procuro estudar a palavra e entender todo o evangelho. Vou estudar mais a fundo sobre esse assunto, pois como até o irmão Eduardo falou a pouco, muitos tem banalizado os Dons do espirito, hoje existe muita meninice e emocionalismo de muitos cristãos que não representam em nada o movimento pentecostal, devemos ler a palavra e nos voltarmos ao evangelho para entendermos o que é e o que não é proveniente de Deus! Acho importante o senhor decorrer do seu tempo para debater sobre o assunto, agora peço que não deboche de outras pessoas que venham apresentar dúvidas aqui! A paz do senhor irmão!

      Excluir
  2. Primeiramente, te peço perdão, acho que o modo como eu coloquei foi um tanto rude.
    A verdade é que não vamos chegar em nenhum acordo.
    É bem verdade que a Igreja tem banalizado o dom de línguas, mas foi uma ferramenta de edificaçao para o nosso proprio espirito.
    Veja Marcos 16:15,16 - I Coríntios 14:5.
    Se eu falo em outro idioma, inglês por exemplo, eu estaria falando a homens e nao a Deus.
    Mas o texto deixa bem claro, que ninguem entende, somente Deus.
    Mas enfim, Deus usa as coisas loucas pra confundir os sábios.
    Que Deus te abençoe meu irmao!

    ResponderExcluir
  3. No contexto bíblico neo-testamentário, o termo dons espirituais refere-se a nove dons dados por Deus aos cristãos, por meio do Espírito Santo, para auxílio na propagação do evangelho de Jesus Cristo e edificação da igreja. Os nove dons são listados na Bíblia, na primeira carta do apóstolo Paulo aos cristãos da igreja de Corinto:

    Dons que revelam muitas coisas. São eles:

    Palavra da sabedoria
    Palavra da ciência/conhecimento
    Discernimento de espíritos
    Dons que fazem muitas coisas. São eles:


    Dons de curar
    Operação de maravilhas/milagres
    São dons que dizem muitas coisas. São eles:

    Profecia
    Variedade de línguas
    Interpretação de línguas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esplêndido, Bravo, ótimo, mas..

      você é levita?

      Por acaso é da tribo de Levi?

      Excluir
    2. Esplêndido, Bravo, ótimo, mas..

      você é levita?

      Por acaso é da tribo de Levi?

      Excluir
    3. mano, você é como Paulo. Paulo era uma pessoa ferida, e por isso feria os outros, sempre cheio da razão e totalmente cegado pela religião, cegado pelo farisaísmo, até que um dia ele caiu do cavalo.
      Talvez o "sistema" tenha te ferido, talvez a igreja, enfim.
      De qualquer modo, espero que as escamas caiam dos seus olhos e Deus te use muito.

      Excluir
    4. Paulo pregava heresias?

      O sistema não me feriu não meu amado, apenas comecei a ler a bíblia. Coisa que você precisa urgentemente pois enquanto está preocupado com as "escamas dos olhos de Saulo e não Paulo (ainda)" está na verdade como o cavalo (figura comparativa) com a viseira nos olhos olhando apenas para o que lhe convém e não para a Palavra do Senhor que contem o Evangelho, que é poder de Deus que resgata o pecador Romanos 1:16

      Excluir
  4. Há diferentes tipos de dons, mas o Espírito é o mesmo. Há diferentes tipos de ministérios, mas o Senhor é o mesmo. Há diferentes formas de atuação, mas é o mesmo Deus quem efetua tudo em todos.
    1 Coríntios 12:4-6

    ResponderExcluir
  5. A cada um, porém, é dada a manifestação do Espírito, visando ao bem comum. Pelo Espírito, a um é dada a palavra de sabedoria; a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra de conhecimento; a outro, fé, pelo mesmo Espírito; a outro, dons de curar, pelo único Espírito; a outro, poder para operar milagres; a outro, profecia; a outro, discernimento de espíritos; a outro, variedade de línguas; e ainda a outro, interpretação de línguas. Todas essas coisas, porém, são realizadas pelo mesmo e único Espírito, e ele as distribui individualmente, a cada um, como quer.
    1 Coríntios 12:7-11

    ResponderExcluir
  6. Amigo/irmão outro do texto,foi eu que fiz o primeiro comentario sobre essa questão ,respondeu que a minha opinião ao contrário da sua não veio acompanhada de referências bíblicas,ok.
    Seguindo vendo os comentários alguns irmãos de certa forma concordaram comigo e o assunto foi ganhando atenção ,de modo que quando voltamos lá no início e título do seu artigo que faz a seguinte pergunta "Dons de língua ,verdade ou mentira"?
    Pois bem acho a questão fugiu que se discute fugiu um pouco da pergunta ,o sr está discutindo sobre a importância do falar em línguas,se existe ou não ,se tem fundamento bíblico ou não. A bibia é clara a respeito do dom de língua ,que é bem diferente do falar em línguas,as referências são enumeras , como já citadas pelos irmãos.
    O dom em línguas é algo particular onde o crente se comunica com o Senhor,e o senhor com ele,a bíblia inclusive nos adverte a orar pra interpretalas para podermos também entender o que o senhor pode estar nos falando para nós ou para igreja.
    Falar em línguas é a prova física que uma pessoa foi batizada no espírito santo ,e só. Precisa dar referências ????
    Agora ,se o sr quer pegar , tradução feita por fulano de tal,no ano tal ,com a visão tal,fundamentada não sei onde ,aí fica difícil estudar a palavra , lembrando que a palavra de Deus é simples,fiel e poderosa. Sem mais!!!
    Vagner Gomes .

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. Olá Vagner, sim realmente os comentários fugiram um pouco do tema, contudo, os desvios teologicos ainda são muito grandes, haja vista as argumentações propostas, discordo de você novamente no tocante a que eu estaria discudindo sobre "a importância de se falar em linguas" quando na verdade meu intuito, argumentos e o próprio texto denotam para uma análise bíblica de como ocorre tal dom.


      Realmente como diz a bíblia é sim muito clara sobre o assunto, oque "sai" da bíblia é invencioníse do homem

      Sobre este seu arguemento de que "O dom em línguas é algo particular onde o crente se comunica com o Senhor,e o senhor com ele,a bíblia inclusive nos adverte a orar pra interpretalas para podermos também entender o que o senhor pode estar nos falando para nós ou para igreja."

      Gostaria que me mostrasse na bíblia onde se embasou, e por favor, tenha pelo menos um pouco de atitude e conhecimento antes de querer criticar alguma opinião sobre traduções, pois é óbvio que a bíblia não foi transcrita em português, e questionar isso não é desacretar dela e sim ter a informação correta.


      Agora quando diz que "Falar em línguas é a prova física que uma pessoa foi batizada no espírito santo ,e só" eu nem sei o que dizer, aliás estou neste momento abrindo minha bíblia em Atos e estou procurando onde os discípulos ensinaram isso.

      Mas for em Gálatas 5 a partir do versículo 22 verá a "prova físcia" de uma pessoa realmente "batizada no espírito santo"

      ósculo na alma

      Excluir
    2. Varao,voce como um teólogo sei lá,deveria saber que não se baseia uma questão bibica em pessoa,passagem ou frase isolada tem que se analisar texto e contexto como um todo,ate eu que não estudo sei disso,a palavra nos diz que todos que foram batizados falaram em línguas como sinal daí se afirma como sendo comprovação física o falar em línguas (falar é diferente do dom) referência: atos 2.4;10.45-47;19.6

      Excluir
    3. Varao,voce como um teólogo sei lá,deveria saber que não se baseia uma questão bibica em pessoa,passagem ou frase isolada tem que se analisar texto e contexto como um todo,ate eu que não estudo sei disso,a palavra nos diz que todos que foram batizados falaram em línguas como sinal daí se afirma como sendo comprovação física o falar em línguas (falar é diferente do dom) referência: atos 2.4;10.45-47;19.6

      Excluir
  7. Amigo escritor, se o dom de línguas é evangelístico, porque Paulo fala para falar em linguas consigo e Deus não havendo intérprete? Visto que os ímpios nos chamariam de loucos, o Ap Paulo pede para buscarmos o dom de profetizar, para enfim revelar o coração do pecador e ele venha glorificar a Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jefferson segue abaixo uma singela opinião que complementará seu parecer com uma visão mais histórica / bíblica do contexto:
      Os irmãos da igreja de Corinto estavam fazendo o uso errado do dom de línguas. Quando lemos especialmente o capítulo 14, percebemos que eles:
      1) Não usavam o dom com o propósito evangelístico, pois falam de maneira que os estrangeiros não entendiam – versos 9 e 11;
      2) Preocupavam-se mais em “aparecer” do que edificar a igreja – versos 22 e 12;
      3) Quando alguém falava em línguas (no grego, o termo significa “idiomas”), tal pessoa não sabia o que dizia ou não possuía um intérprete para ajudá-la – versos 13 e 27;
      4) Usavam o dom de forma desordenada – versos 27, 33 e 40.
      Com base nesse contexto fica mais fácil compreendermos 1 Coríntíos 14:13. Paulo está dizendo, em outras palavras: “se não há uma pessoa que interprete o dom, então, você que fala em línguas, ore para que Deus dê a você a capacidade de traduzir para os estrangeiros que assistem ao culto a fim de que eles entendam a mensagem e aceitem a Jesus como Salvador”.
      Embora alguns cristãos creiam que o dom de línguas em 1 Coríntios 14 seja diferente, ou seja, de uma forma “estática” e “ininteligível”, acreditamos ser ele da mesma natureza de Atos 2, Atos 10 e 19 (assim como em Marcos 16:17) por vários motivos, entre eles:
      1) A expressão grega para “língua”, usada em Coríntios é a mesma utilizada em Atos 2: “glôssa”, que significa “língua de nações” ou “idiomas”;
      2) O verbo grego “falar” – “laléo” no mesmo capítulo refere-se à “linguagem humana usual”, do “dia-a-dia”;
      3) Na expressão “línguas estranhas”, o termo “estranhas” não se encontra no original grego, contrariando assim a ideia de alguma manifestação incompreensível do dom. Veja a tradução da Nova Versão Internacional: “Pois quem fala em uma língua [ou outro idioma] não fala aos homens, mas a Deus. De fato, ninguém o entende; em espírito fala mistérios” 1 Coríntios 14:2..
      Desse modo, o dom de línguas de 1 Coríntios 14 (e de outros textos) era o mesmo dado pelo Espírito Santo na ocasião do Pentecostes. E, o problema na igreja de Corinto girava em torno da forma desordenada como o dom era usado.
      O dom de línguas tem propósitos evangelísticos. Se o evangelho não for compreendido, as pessoas não serão salvas.
      Biblicamente, há apenas um tipo de dom de línguas: aquele pelo qual as pessoas entendem a vontade de Deus para a vida delas.


      Excluir
  8. Irmão João me desculpe,vc tem razão ,analizando suas respostas ,sua forma de escrever e de se expressar há de se ver que é uma pessoa estudada e muito culta,quem sou eu pra contexta lo afinal mal tenho estudo . Mas só acho que esse evangelho que cremos e pregamos é simples porém poderoso para transformar a vida de pessoas que crêem em sua essência que é Cristo e o que passar disso ,aí sim são concepções humanas onde pessoas pra se engrandecer querem se sobressair sobre pessoas que não tiveram a mesma oportunidade. So tome cuidado para que a "teologia " com tudo de bom que ela tem não ultrapasse a graça de receber uma revelação dada pelo espírito santo.
    2 Coríntios: 11. 3. Mas temo que, assim como a serpente enganou a Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos entendimentos e se apartem da simplicidade e da pureza que há em Cristo.

    Estude mais um pouco sobre a igreja de Corinto Deus vai falar com vc e não pegue ela como única referência sobre dom de línguas,la eles cometeram um erro,fica a dica pra nós fazermos diferente ,não excluir esse dom dado por Deus.
    E lembre se, você não é o dono da verdade por mais que vc tenha estudado,Deus pode estar falando com você Graça e paz.

    E SIM,DONS DE LINGUA É VERDADE!!!!

    ResponderExcluir
  9. Irmão João me desculpe,vc tem razão ,analizando suas respostas ,sua forma de escrever e de se expressar há de se ver que é uma pessoa estudada e muito culta,quem sou eu pra contexta lo afinal mal tenho estudo . Mas só acho que esse evangelho que cremos e pregamos é simples porém poderoso para transformar a vida de pessoas que crêem em sua essência que é Cristo e o que passar disso ,aí sim são concepções humanas onde pessoas pra se engrandecer querem se sobressair sobre pessoas que não tiveram a mesma oportunidade. So tome cuidado para que a "teologia " com tudo de bom que ela tem não ultrapasse a graça de receber uma revelação dada pelo espírito santo.
    2 Coríntios: 11. 3. Mas temo que, assim como a serpente enganou a Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos entendimentos e se apartem da simplicidade e da pureza que há em Cristo.

    Estude mais um pouco sobre a igreja de Corinto Deus vai falar com vc e não pegue ela como única referência sobre dom de línguas,la eles cometeram um erro,fica a dica pra nós fazermos diferente ,não excluir esse dom dado por Deus.
    E lembre se, você não é o dono da verdade por mais que vc tenha estudado,Deus pode estar falando com você Graça e paz.

    E SIM,DONS DE LINGUA É VERDADE!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcos Vagner Gomes,

      Não precisar apelar e partir para o sarcasmo, creio que somos adultos para saber expor opiniões, e claro sabendo da complexidade do texto e tantas outras coisas envolvidas é evidente que teríamos algumas dúvidas. Contudo um argumentação bíblica que se preze tem que examinar o contexto.

      O Intuito do texto não é "para sobressair sobre pessoas que não tiveram a mesma oportunidade que eu", e sim para expor a verdade bíblica.

      Creio que o Sr. não saiba de nossos trabalhos e tenha meio que "caído de para-quedas", este blog tem diversos estudos e reflexões, nossa página possui qual 60k de seguidores, e nosso foco não é "estar por cima" e sim expor a Palavra do Senhor.

      Quanto as oportunidades e sou apenas alguém que lê a bíblia ora e pede ao Senhor sabedoria, não tenho nada a mais ou melhor que ninguém, apenas não uso de minha opinião ou nenhum achismo para tratar nada.

      Fica na Paz e que Deus lhe abençoe.

      Excluir
    2. OK irmão Deus abençoe.
      Saindo de "paraquedas".

      Excluir
  10. e gostaria de deixar claro que eu creio nos dons de línguas, mas como ocorreu em Atos 2

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. OK irmão,Deus abençoe.
    Saindo de "paraquedas".

    ResponderExcluir
  13. Ola.. tem como receber atualizações do blog em meu email?

    ResponderExcluir
  14. Pois, se oro em uma língua, meu espírito ora, mas a minha mente fica infrutífera. Pois quem fala em uma língua não fala aos homens, mas a Deus. De fato, ninguém o entende; em espírito fala mistérios. Pois, se oro em uma língua, meu espírito ora, mas a minha mente fica infrutífera.
    1 Coríntios 14:2‭, ‬sobre o dom em línguas existe sim o dom em falar muitas línguas .línguas estrangeiras ¶ Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.
    1Coríntios 13:1 ARC mas o falar em línguas é falar em espírito ..falamos nao a homens mas a Deus ..é um dom pra edificar nosso espírito ..nossa mente fica infrutífera quando oramos. Línguas..mas Paulo nos ensina que nao sò oremos. Línguas...orar no espírito e também orar no entendimento..é simples a palavra do Senhor ..quando for ler a palavra convide sempre o Espírito Santo para te ensinar..

    ResponderExcluir
  15. Pois, se oro em uma língua, meu espírito ora, mas a minha mente fica infrutífera. Pois quem fala em uma língua não fala aos homens, mas a Deus. De fato, ninguém o entende; em espírito fala mistérios. Pois, se oro em uma língua, meu espírito ora, mas a minha mente fica infrutífera.
    1 Coríntios 14:2‭, ‬sobre o dom em línguas existe sim o dom em falar muitas línguas .línguas estrangeiras ¶ Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.
    1Coríntios 13:1 ARC mas o falar em línguas é falar em espírito ..falamos nao a homens mas a Deus ..é um dom pra edificar nosso espírito ..nossa mente fica infrutífera quando oramos. Línguas..mas Paulo nos ensina que nao sò oremos. Línguas...orar no espírito e também orar no entendimento..é simples a palavra do Senhor ..quando for ler a palavra convide sempre o Espírito Santo para te ensinar..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a biblia dis hore para que possa interpletar. nao dis escola de id
      iomas

      Excluir