quinta-feira, 23 de junho de 2016

Seu Cristianismo é Dotado de Ações?



"Porque cada árvore se conhece pelo seu próprio fruto; pois não se colhem figos dos espinheiros, nem se vindimam uvas dos abrolhos." - Lucas 6:44

Se você considera-se um cristão e não para pra pensar nisso, desculpe mas seu cristianismo está com a data de validade vencida. Claro que a uma pessoa sincera um auto-exame é coisa rotineira perguntas feitas na frente do espelho ou em um oração singela dentro do seu quarto como:

Meu irmão comeu hoje?

Meu irmão sente frio?

Tenho vivido de forma que os a minha volta ou que caminham comigo tem visto Cristo em mim?

Minhas atitudes e ações são de quem sofreu uma metamorfose com o Evangelho?


Centenas de perguntas poderiam ser levantadas aqui mas creio que um versículo resume bem que é Lucas 6:44. Qual melhor forma de conhecer uma árvore se não pelos frutos? Jesus usa uma comparação simples para levar seus discípulos a refletir como julgar os outros e como julgar a nós mesmos.

Neste texto não foi falar sobre "julgar os outros", mas julgar a nós mesmos, que pra mim é uma das principais formas que o Espirito Santo age em nós.

Se fosse pra resumir o Evangelho em apenas uma palavra qual você usaria?

Eu creio que você tenha respondido Amor, Misericórdia, Graça, mas note, todas estão ligadas ao Amor, principalmente se pensarmos que não somos merecedores. Mas amar requer doação requer demostração, requer renúncia.

Como amar meu próximo como a mim mesmo, sem demonstrar, sem frutos, sem ações?

É claro que somos limitados e inúmeras situações nos paralisam e demonstram nossa incapacidade de lidar com coisas simples, como perdoar alguém, falar pra alguém que o amamos, se doar a sua esposa ou esposo, dar um abraço no filho ou na filha ou pais, sem motivo algum, criar laços com se interesse, demostrar que realmente se importa, fazer o simples.

Posso estar passando uma visão melancólica e pouco proveitosa em um meio tão hostil que nos tem cercado de frustrações, cobranças e desilusões, mas a grande verdade é que estamos perdendo a essência que nos difere dos ímpios que é a aparência de Cristo.

Sempre vejo o versículo de Atos 11:26 onde os discípulos de Jesus foram chamados de Cristãos pela primeira vez:

"E sucedeu que todo um ano se reuniram naquela igreja, e ensinaram muita gente; e em Antioquia foram os discípulos, pela primeira vez, chamados cristãos."

Já usei este versículo inúmeras vezes em meus textos, mas me perdoem irmãos eu o acho fantástico e vejo uma verdade muito grande nele, que é o porque eles foram chamados de Cristãos. Era porque eles falavam como Jesus, andavam como Ele, agiam como Ele, que coisa maravilhosa a sociedade ver Cristo em nós, nossos pais, nossos amigos, nossa família, ver o evangelho em nós.

Semana passada assisti em um canal do Youtube, em um programa diário de evangelista, uma pessoa perguntando qual o sentido da vida e o porque ele não era feliz, logo quando ouvi pensei, poxa que pessoa mais descrente, mas dai o pregador respondeu algo que me levou a pensar no básico, "suas motivações estão erradas meu irmão, na verdade você tem que voltar ao amor e o amor está no Cristo". Logo pensei, sensacional! Enquanto lutamos em motivações superficiais e egocêntricas, o que é importante tem ficado em segundo, terceiro plano. Nem terminei de assistir o restante do programa, e olhei pra dentro de mim mesmo (é esplêndido como o Espírito Santo toca em nós) e me vi um fracassado tão carente da graça e de misericórdia, não sou bom o bastante nem pra me salvar.

Mas enfim me perdoem a eloquência da mensagem, mas o que gostaria de passar é, não deixem de se examinarem e por em prática o amor.

E nunca se acha incapaz de amar!

Deus abençoe a todos nós.

0 comentários:

Postar um comentário