segunda-feira, 9 de maio de 2016

O que é UNICISMO?



Ou movimento “só Jesus”, resgatou a antiga doutrina sabelianista que perturbou a igreja no III século. O unicismo moderno surgiu em uma reunião das assembleias de Deus, em 1913, em Arroyo Seco, Califórnia, E.U.A, o pregador Mc Alister disse que os apóstolos batizavam em nome de Jesus e não em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, ele foi notificado que seu ensino era herético, mesmo ele tentando se justificar, muitos pregadores começaram a pregar que o nome de Deus seria somente o nome de Jesus.
Pregam a fórmula batismal de Atos 2.38 que comparado com Mateus 28.19 chegou a conclusão de que o nome de Deus seria Jesus, o que não seria um erro, com isso, entretanto, negam a Trindade, portanto, Jesus seria o Pai vestido de homem, e também Jesus seria o Espírito Santo, não aceitam a pluralidade de pessoas na Divindade.
Qualquer referência à ideia da doutrina da Trindade eles interpretam como sendo uma das manifestações de Jesus.
Ensinam então o modalismo, ou seja, o Pai, o Filho e o Espírito Santo são apenas três “modos” diferentes de Deus se manifestar, ou seja, Jesus era o Pai, e encarnou virando o Filho e retornou como Espírito Santo.
Em seus cultos são muito comum ter revelações.
Os principais grupos unicistas modernos são: Igreja Evangélica Voz da Verdade, Igreja Só Jesus, Adeptos do nome Yehshua e suas variantes, Tabernáculo da Fé, A Voz da Pedra Angular, Ministério Internacional Creciendo en Gracia, Igreja Cristo Vive do Ap. Miguel Ângelo, Igreja Apostólica da Fé em Jesus Cristo, Igreja Pentecostal da Fé Apostólica, Igreja Pentecostal Unida (não confunda com Igreja Unida), Igreja de Deus do Sétimo Dia, Cruzada da Paz Celestial, Comunidade Pentecostal Beneficente Cristã, Igreja Primitiva do Sétimo Dia, Tabernáculo de Deus, Igreja Pentecostal Novo Nascimento, Igreja Evangélica Apostólica e outras.
Esse movimento está longe de ser ortodoxo, genuinamente cristão, pois dentro da unidade de Deus há três pessoas distintas:
Jesus disse “eu e o Pai somos um” e não “sou um”.
O Pai fala do Filho em Mateus 3.17 e 17.5. O Pai fala do Espírito Santo em Zacarias 4.6. O Filho fala do Pai em João 14.12, Lucas 23.46, João 17.4. O Filho fala do Espírito Santo em João 16.13,14. O Espírito Santo fala do Pai em Hebreus 3.7-11. O Espírito Santo fala do Filho em João 14.15.
Jesus esteve na terra enquanto o Pai esteve nos céus, Mateus 5.16,48. Jesus está a destra do Pai, Atos dos Apóstolos 7.54-56. Jesus se fez carne e sangue, Lucas 24.39, o Pai é espírito, João 4.24. O Espírito Santo é outro Consolador, João 5.32; 14.16; 15.26. A Bíblia faz distinção entre os três, 2ª Coríntios 13.14.
Em 2ª Coríntios 3.17 o Espírito Santo é chamado de Senhor, não referindo a Jesus, mas o identificando com YHWH (Jeová).
O Pai enviou o Filho, 1ª João 4.9,10,14. Deus o Pai é Pai do Senhor Jesus Cristo, Romanos 15.5,6, 2ª Coríntios 1.3, 2ª João 3; 1ª João 2.22-23.
Jesus não é o Pai, mas é Deus, O Pai não é Jesus, mas é Deus e o Espírito Santo não é Jesus, mas é Deus e a Bíblia fala que há um só Deus, isto mostra que na Divindade há três pessoas, o Pai, o Filho e o Espírito Santo.
A fórmula batismal está em Mateus 28.19, os textos de Atos não são uniformes: Atos dos Apóstolos 2.38 “em nome de Jesus Cristo”, 8.16 “em nome do Senhor Jesus”, 10.48 “em nome do Senhor”, esses textos mostram que o batismo é na autoridade do nome de Jesus, pois  tudo na igreja tem que ser na autoridade do nome de Jesus, Atos dos Apóstolos 3.16, 16.18. O unicismo prega outro Jesus, 2ª Coríntios 11.4.
A seguir veremos outros ensinos de algumas seitas unicistas de grande abrangência:
Igreja Evangélica Voz da Verdade
Fundada em 1978, em Santo André, SP, pelo pr. Freud Moysés, que se converteu em uma visão em um cinema, infelizmente este pastor de origem árabe teve influência de missionários da Igreja Pentecostal Unida, onde começou a pregar o unicismo. Formou um grupo de louvor com o mesmo nome da igreja, atualmente o porta-voz da seita é seu filho o pr. Carlos Moysés.
Além do unicismo a IEVV ensina que a salvação é pelo batismo em nome de Jesus (Lucas 23.43).
Igreja Voz da Pedra Angular
Fundada em 1974, em Porto Rico por Willian Soto Santiago, dissidente do Tabernáculo da Fé.
Além do Unicismo ensina o aniquilacionismo (Apocalipse 20.10, a morte descrita no versículo14 em grego é Thanatos, que quer dizer separação).
Ensinam que no céu há pássaros, animais etc., pois é uma réplica da terra (a Bíblia ensina que o céu é espiritual).
Pregam que através do novo nascimento recebemos um corpo teofânico da sexta dimensão (o novo nascimento é no coração, Jeremias 31.33, Tito 3.5, o nosso corpo será transformado na vinda de Jesus Cristo, 1ª Coríntios 15.51-53, em Apocalipse 20.4 João não viu pessoas com corpos teofânicos, viu almas. A sexta dimensão é antibíblico, o paraíso é no terceiro céu, 2ª Coríntios 12.2-4).
Afirma que o anjo de Apocalipse 22.6 é o fundador da seita (isso é sem base bíblica alguma, pois este anjo é o que mostra a revelação do Apocalipse para João, e também Willian S. Santiago, nem existia na época da visão, há 2000 anos).
Tabernáculo da Fé
Fundada pelo pregador de cura divina Willian Marrion Branham, que começou a distorcer a Bíblia, durante a vida e depois de morto Branham era endeusado, morreu atropelado por um bêbado, construíram um santuário a ele em forma de pirâmide (Romanos 1.25). Ele se intitulou o “profeta da era” aplicando Apocalipse 10.7 a ele mesmo, marcou para 1977 a segunda vinda de Jesus, nada aconteceu. (Deuteronômio 18.20-22, Mateus 24.36, Atos dos Apóstolos 1.7). Afirmava que seria o precursor da segunda vinda de Cristo, assim como João Batista foi da primeira (Ezequiel 13.2), como ele morreu em 1965, para justificar a falha pregaram que em 1977 começava um novo período da igreja.
Para eles o livro As sete idades da igreja é inspirado tanto como a Bíblia (Deuteronômio 4.2).
Ensinam que a marca da besta é a crença na Trindade (Mateus 28.19, 2ª Coríntios 13.13, 1ª João  5.7).
Igreja de Deus do Sétimo Dia
Fundada em 1979 em Campinas, SP, fazem um malabarismo doutrinário para “provar” que foi fundada por Jesus Cristo, considera a única igreja verdadeira, o mais interessante é que esta seita mistura um pouco de heresias de outras seitas.
Abstinência de alimentos imundos, guarda do sábado, sono da alma e negar a existência do inferno, aniquilacionismo – Adventismo.
Negar a Trindade, negar a personalidade do Espírito Santo, Ataque ao dia do natal, negar a crença de que os crentes vão para o céu, comemorar a ceia uma vez por ano, a alma como mero fôlego, não crer no arrebatamento de Elias – Testemunhas de Jeová.
Uso do véu nas mulheres, ósculo santo e outros costumes – Congregação Cristã no Brasil.
Unicismo e os costumes rígidos (não usar shorts, bermuda, maquiagem, franjas, tranças, cabelos compridos nos homens, e etc.) – Igreja Pentecostal Unida.
Festividade do lava-pés, batismo para remissão dos pecados – Catolicismo Romano.
Batismo somente em nome de Jesus – Tabernáculo da fé.
Crença de que Jesus morreu em uma quarta-feira – Igreja Adventista da Promessa
Uma doutrina muito ensinada nesta seita é a crença de que os salvos irão herdar esta terra, para isso distorcem muitos versículos, dos quais a maioria é promessa para os judeus de herdar a terra prometida, é só ler o contexto, (Mateus 8.11, 2ª Coríntios 5.2, Filipenses 1.23, Colossenses 1.15, 1ª Tessalonicenses 4.16,17).
Adeptos do nome Yehoshua e suas variantes
Surgiram em 1987, no Brasil, mas há relatos de grupos semelhantes nos Estados Unidos e outros países, nesta seita existem inúmeras facções, um desse é a do líder Ivo Santos de Camargo, Curitiba, PR. Esta seita é contra todas as igrejas evangélicas.
Ensinam que Yehoshua significa “Deus Salvador”, Yeho = Deus e shuah = salvador, não aceitando outro nome, afirma que o nome Jesus é de origem pagã e significa Ye = Deus e Sus = cavalo, ou seja “deus cavalo”, e que vem de esus, deus mitológico celta, ainda acrescentam que Jerônimo criou tal nome IESUS CRISTVS FILIVS DEI e que a soma do nome é igual a 666. (Iesous é a forma grega de Yehoshua, hebraico, e a palavra grega para cavalo é hyppos e não sus, Iesous aparece em manuscritos anteriores a Jerônimo, além de j, Yod, também é traduzido por “i” ou “y”).
Embora não haja um credo único nessa corrente existem doutrinas tais como:
Negar a autoridade do evangelho de Mateus, o colocando como apócrifo (1ª Timóteo 3.16).
Negar o nascimento virginal de Jesus (Mateus 1.23).
O Pai é o Filho e o Filho é o Pai (Mateus 3.16,17).
Salvação só pelo nome de Yehoshua e não o de Jesus (Atos dos Apóstolos 4.12, no original está em grego, Lucas escreveu para os gregos, portanto está Iesous).
Crença em duas classes de salvos, cristãos que vão para o céu e os judeus, assírios e egípcios que herdaram a terra (além de ser um novo céu e terra, Apocalipse 21.1, os cristãos são um só rebanho, João 10.16).
E na guarda do sábado, se não guardar não é salvo (Oseias 2.11, Colossenses 2.16).
Ministério Internacional Creciendo en Gracia
Fundado por volta de 1986 pelo porto-riquenho José Luiz de Jesus Miranda, “o apóstolo”, com sede mundial em Miami, estado da Flórida, Estados Unidos.
Utilizam a Bíblia, porém a direção do grupo vem do líder que se intitula de “Jesus Cristo homem”, e seus seguidores o chamam de “papai” e até de “senhor”, (Marcos 13.6, ele é um anticristo, 1ª João 2.18).
Aceitam somente os escritos de Paulo e pregam que os outros apóstolos são apóstatas, principalmente Pedro que seria o “ministério da iniquidade” (Paulo por vezes repreende a Pedro, Paulo até diz ser de procedência divina os da circuncisão, Gálatas 2.7,8, como outro ministério, e depois  deste incidente Paulo foi a Jerusalém e obteve apoio inclusive de Pedro, Atos dos Apóstolos 15.23,29, veja: 2ª Timóteo 3.16 e 2ª Pedro 1.20-21).
Chamam os outros cristãos de “movimentos religiosos” e o MCG de “verdadeiro evangelho” e de “o governo de Deus aqui na terra”.
José Luiz de Jesus Miranda, “o apóstolo”, é idolatrado, (Êxodo 20.3, Mateus 23.9, Romanos 1.25). Aplicam o texto de 1ª Coríntios 3.10 a ele, só que o versículo 10 se refere aos versículos quatro e cinco.
Essa seita é aniquilacionista, ou seja, crê que o inferno é somente a destruição da alma, o aniquilamento, (Lucas 16.19-31).
Não pratica o batismo e nem a ceia do Senhor (Mateus 28.19, Marcos 16.15,16 e 1ª Coríntios 11.23-30, Lucas 22.19), não prega o arrependimento de pecados, pois tudo isto são rudimentos da doutrina de Cristo (os rudimentos das doutrinas de Cristo de Hebreus 6.1,2 refere-se a Hebreus 5.12-14, é incentivo a deixarmos o leite espiritual e crescer na fé, Jesus pregava para nós nos arrependermos, Marcos 6.12 e também os apóstolos, Atos dos Apóstolos 2.38; 3.19, veja: Lucas 13.3).
Defendem a preexistência da alma, dizendo que os homens eram anjos antes de vir ao mundo e hoje somos anjos com corpos (anjos são espíritos, Hebreus 1.14 com Lucas 24.39, fomos feitos de carne, Gênesis 2.23; Efésios 6.12, Jesus socorreu não socorre a anjos, Hebreus 2.16, os anjos não herdam o reino, Hebreus 2.5, só Jesus é eternamente preexistente, Hebreus 2.14).
Ensinam que Deus fez uso da reencarnação (Hebreus 9.27), que Adão era satanás caído, (no éden havia Adão, Eva e a serpente, que foi possuída pelo Diabo, Apocalipse 12.9), pregam que foi Deus que levou Adão a pecar (Deus criou o homem reto, Eclesiastes 7.29, mas Adão escolheu transgredir a lei, Oseias 6.7).
Ensinam que Jesus tirou o pecado do mundo, então não há mais pecado (todos pecaram, Salmo 51.5 Romanos 3.9,23, 1ª João  1.10). Pregam que o diabo foi aniquilado (Jesus despojou os inimigos mas eles existem, Efésios 6.11, Tiago 4.7, 1ª Pedro  5.8, e irá queimar eternamente no lago de fogo e enxofre no dia do grande juízo, Apocalipse 20.7-10).
Dizem que somos deuses (Deuteronômio 6.4, Oseias 13.4).
Fazem distinção entre Jesus de Nazaré e Jesus Cristo, ou seja, servir a Jesus Cristo é colocar-se depois da cruz e servir a Jesus de Nazaré é colocar-se antes da cruz (o único caminho é Jesus Cristo de Nazaré, Jo14.6, Cristo quer dizer Messias, João 4.25 e Jesus morou em Nazaré, Mateus 2.23, ele é sempre o mesmo, Mateus 1.16).
Ensinam que não precisamos mais jejuar, (Joel 2.12, Atos dos Apóstolos 13.2, 1ª Coríntios 7.5).
Esta seita ensina que Jesus Cristo homem é a besta que emerge da terra, e que o número 666 é um número de prosperidade de bênçãos, tem que ser usado, muitos seguidores até tatuam a marca na pele, (em Apocalipse 14.9,10, condena a marca propagada pela besta em Apocalipse 13.11-18, tal marca trará o juízo de Deus sobre as pessoas que a aceitarem).
Por fim, essa seita prega a doutrina de Marción de que o Deus do Antigo Testamento é mau e o Deus do Novo Testamento é bom, separando a Bíblia (2ª Timóteo 3.16).
Esta seita é favorável à homossexualidade, ao aborto.
Como acreditar em uma igreja que se diz ser o próprio tribunal de Cristo? (2ª Coríntios 5.10).

0 comentários:

Postar um comentário