sexta-feira, 8 de abril de 2016

Sobrevivente de um sistema G12


Fui "evangelizada" por um grupo de amigos que me mostraram naquele evangelismo a placa de uma igreja ao invés de Jesus.
Com 15 anos era um membro daquela instituição, vivia pra células... Fui levada a achar que servindo aquele sistema e todos aqueles trabalhos que eram muitos, era servir a Deus. Induzida à acreditar que juntar números de pessoas na célula era sinal de muitos frutos, que dias envolvidos perdidamente em ornamentação para um culto era sinal de ser usada por Deus, e mesmo que eu me entregasse completamente aqueles serviços exaustivos que me tiravam do convívio familiar eu permanência cada vez mais morta!
Foram anos sendo elogiada como menina de Deus, dedicada, esforçada, uma benção, "vai ser mãe de multidões" .. Eu estava cada vez mais morrendo espiritualmente. Não era induzida a ler a bíblia, e olha, se eu tivesse o costume de ler naquela época, jamais teria caído naquela alienação. Maldita igreja que não cuida dos jovens de acordo a palavra e não os instruí que a Bíblia está acima de qualquer palavra pastoral, maldita, maldita! Não falo daquele lugar que eu ia, falo da igreja do senhor mesmo... Maldita e prostituta que se entrega aos prazeres da carne enquanto anunciam Jesus.
Me recordo de um pré retiro de carnaval, tínhamos uma gincana onde a igreja era dividida em 2 grandes grupos.. A equipe vencedora ganhava algumas coisas tinha alguns privilégios quando chegasse no retiro onde era realizada a prova final. Lembro perfeitamente como todos se dedicavam e ficavam eufóricos, a rivalidade era grande, até brigavamos entre nós mesmo... Hoje vejo como aquilo não era nenhum pouco saudável, a igreja parava os cultos de sábado só pras brincadeiras da gincana. A última prova antes do retiro era para arrecadar alimentos e vender uma rifa, a equipe vencedora era a que conseguisse o maior número de quilos de alimentos e maior valor em dinheiro pelas rifas.
Saímos em um sábado às 10Hrs da manhã pelo bairro em busca de alimentos, (escrevo isso hoje com raiva, raiva de mim) andamos muito e conseguimos pouco, então resolvemos ir em outro bairro ao lado, já era meio dia, todos com a mesma faixa etária de idade entre 14, 15, 16 anos .. Quente, calor insuportável, fome, cede. Mas íamos com gosto por que era pra Deus. Cheguei em casa exausta, por volta de umas 13hrs da tarde, briguei com minha mãe, achava que ela não entendia meu serviço na igreja, que ela era contra e estava até sendo usada pra se levantar contra Deus. Desculpa mãe por essas vezes que por anos se repetiram, a errada era eu! Peguei febre a noite, por conta da falta de costume de andar no sol e ainda tinha gincana pra contagem dos alimentos, minha equipe perdeu, vendemos 2 mil reais de rifa e não conseguimos nem chegar perto da outra equipe, recebemos uma repreensão do líder de jovens dizendo que faltou esforços de nossa parte, e sabe o que eu fiz? Concordei com ele. Hoje não por malícia, mas lembro que os filhos do pastor era do outro grupo, que os pais de uma menina de lá eram bem ricos, e que um rapaz que vou chama-lo de João, tinha os pais empresários em um ramo alimentício, será que minha equipe não ganhou por falta de esforços?! Independente disso ou daquilo, eu estava cega, cega pelo sistema que me colocaram.
Na saída do retiro foi aquela festa, muitos pulos, danças e muita alegria.. Chegamos na chácara que já era da igreja, não era necessário pagar aluguel, e o custo seria apenas de alimento, que poderia ser usado dos que nós arrecadados, mas Ok né?!, mesmo com tudo isso o retiro de carnaval custava 80$ , paguei, aliás... Minha mãe pagou, aquela que pra mim era ingrata. Queria ressaltar que nesse mesmo ano meu pai adoeceu muito, não vou falar sobre a doença dele, mas aqueles tantos eventos me pouparam de acompanhar meu pai, naquele momento horrível minha mãe se apoiou sozinha, enquanto eu me dedicava a igreja.
O Retiro foi como sempre, muito louvor de vitórias, piscina, todos se divertiram muito, nas noites tinha festa com boate e tudo mais, sempre com um tema impactante, "revolução" "jump" "radicais". Minha equipe perdeu, e a outra equipe ganhou um dia de lazer em um club da cidade, talves mais alguma coisa que não me lembro.
Eu não condeno esses sistemas, eu não condeno aquela igreja.. Eu tenho raiva de mim, de mim que fui ingênua, que era menina de Deus na igreja mas não era dentro de casa, que adorava a Deus só na igreja, que me perdia em busca de um livro na bíblia na hora da palavra, não sabia onde encontrar Mateus, nem onde ficava Genesis. Essa era a líder de célula que aquele lista gerou! Gostaria que fosse diferente, mas se eu, apenas eu tivesse me dedicado às escrituras o que teria acontecido? Teriam me expulsado como rebelde do bando provavelmente.
Sábado era uma loucura pra encontrar uma roupa legal pra ir pro culto, e me achava ridícula quando tinha que repetir uma blusa ou uma calça. Eu adorava, chorava, gritava, mas não parava de pecar quando saía de lá! Que evangelho é esse?! Hipócrita que eu era. Sai de lá adivinha pra onde?! Pra me jogar de cabeça nos amores do mundo.. Drogas, nunca gostei daquilo, mas era legal quando estava com os "amigos".
E mesmo na perdição eu me achava de bem com Deus, pois minha vida tinha mudado somente de lugar, meu espiritual continuava seco como sempre foi.
Hoje nem sei como cheguei aqui, se passaram 7 anos, eu sobrevivi aquilo, sem magoa, sem tristeza, talves triste por não ter mudado nada por lá. Mas estou em paz com meu criador, pois ele colocou no meu coração a vontade de o conhecer mais. Agora estou casada, meu marido me ensinou a estudar a bíblia e as escrituras abriram meus olhos, vi que tudo que eu tinha aprendido era nada, o que eu tinha vivido era pouco, razo, vazio, eu orava como aquele fariseu em Lucas 18:11 hoje me vejo naquele publicano no verso 13.
Sinto muito por várias igrejas se encontrarem nessa situação, o desejo verdadeiro que tenho é que o senhor se revele por meio de sua palavra a todos os jovens que se encontram na mesma situação que eu estava.. Mesmo que esse jovem ache ou não que precise de alguma mudança. Que nossa satisfação esteja unicamente em Deus, que tudo que desejamos seja apenas a presença do Senhor e que tudo que necessitamos seja da graça do Deus que tem prazer em se revelar pros que os buscam de todo coração.

0 comentários:

Postar um comentário