sexta-feira, 22 de abril de 2016

O ESPÍRITO DE DEUS E A NATUREZA HUMANA- Gálatas 5;17-26



Tenho para mim que esse é o maior combate do ser humano, contra a nossa própria natureza pecaminosa.

Como está escrito em gálatas 5;17-
''Porquanto a carne luta contra o espírito, e o espírito contra a carne, de modo que não conseguis fazer o que quereis'' 


O Espírito e a carne são inimigos naturais . Andando no Espírito excluirá, naturalmente, andando na carne. 
 Aqueles que continuam nas “obras da carne” (5:19-21) não são guiados pelo Espírito de Deus, e “não herdarão o reino de Deus” (5:21). 



Por outro lado, aqueles que cultivam “o fruto do Espírito” (5:22-23) não recebem nenhuma condenação pela lei; são justificados(5:23). 
Os que pertencem a Cristo Jesus crucificaram a carne, com as suas paixões e os seus desejos.



O cristão cultiva fruto espiritual porque ele se crucifica com Cristo e vive como um ressurreto, no Espírito e não na carne. Mas para isso é necessário uma luta diária,constante pois é a nossa salvação que está em jogo. 
No contexto, andar no Espírito é a mesma coisa de ser “guiados pelo Espírito”. Não é alguma experiência mística no Espírito Santo, e sim, o andar claramente delineado em contraste com o andar da carne.


Esse é o combate que o apóstolo Paulo se referia, a luta contra a própria carne. 
Nenhum de nós está isento desse combate. E tudo que podemos fazer é lutar contra a carne e certamente clamando a Deus por isso.



Não é por acaso que está escrito na oração do pai nosso: ''e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai nos do mal''
É impossível vencer esse combate sozinho, mas somente pela ajuda e  misericórdia do Senhor.


Se existe um combate é porque há algo em jogo, a coroa da salvação. 
O maligno já está condenado,por isso tentará roubar a coroa de muitos, para serem condenados juntamente com ele.

Que o Senhor nos proteja desta cilada. 



                      Amém.

0 comentários:

Postar um comentário