quinta-feira, 14 de abril de 2016

O Cego, o trapo e o Cálice



Estive horas pensando em qual título dar a essa mensagem, mas após decidir qual seria, cheguei a conclusão que ele não poderia ter sido melhor escolhido. Porém meu papel será em fazer você entender como eles estão totalmente ligados e como se parecem contigo, comigo ou com as outras pessoas que estam na caminhada cristã.


O Cego

Durante algum período de nossa caminhada cristã, isso no âmbito de nosso país, a maioria de nós convivemos com heresias, até porque a escassez de congregações que se mantem sem se contaminar com essa avalanche de novos ventos doutrinários que vieram nos últimos anos ao Brasil, neo-pentecostalismo (e boa parte dos movimentos pentecostais), confissão positiva (teologia da prosperidade), "o cair no espírito", o pragmatismo e o sincretismo religioso, o ecumenismo, e o comércio da fé, dentre outras aberrações que tentam se passar como manifestação bíblicas e cristãs, quando na verdade são totalmente anti-cristãs.

Porém essa pessoa que está hoje dentro desse sistema, não consegue enxergar fora de sua realidade denominacional, oque é perfeitamente aceitável porque cada um de nós temos uma opinião, mas o ponto divergente consiste em uma visão particular e triunfalista em detrimento ao que a Bíblia diz.

Chegando ao ponto desta pessoa optar por seguir um líder, um pastor, fora da visão bíblica e apenas voltado para sua própria visão do evangelho, que geralmente o coloca como maior 

beneficiário. Quando não conseguem apoio demônilizam tudo.

Nossa cegueira espiritual é tamanha que só o Espirito Santo pode nos ajudar, porém as Escrituras são a resposta presente e intermitente do Senhor aos seus escolhidos:

"O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento;" - Oséias 4:6a

Você pode até não concordar, mas os argumentos que nos cercam não deixam dúvidas, por exemplo:

A Bíblia diz que o Evangelho é poder de Deus que salva o Pecador (Romanos 1:16)

Já uma seita que se diz cristã, através da pessoa de um de seus líderes diz:

"O seu líder é o seu pão diário"

A Bíblia dá alguns exemplos de pessoas que não pensavam como o sistema pensa:

"E outros experimentaram escárnios e açoites, e até cadeias e prisões. Foram apedrejados, serrados, tentados, mortos ao fio da espada; andaram vestidos de peles de ovelhas e de cabras, desamparados, aflitos e maltratados. (Dos quais o mundo não era digno), errantes pelos desertos, e montes, e pelas covas e cavernas da terra. E todos estes, tendo tido testemunho pela fé, não alcançaram a promessa" Hebreus 11:36-39

Já os "cristãos contemporâneos dizem:

"A cruz revela o quanto somos importantes" - André Valadão

"Eu determino a vitória", "Eu tomo posso"... tudo gira em torno do homem.

O Trapo

Este termo é forte, mas desde o dia em que entendi que na presença do Senhor meu valor é pior que um trampo de imundícia, desses bem sujos, tenho plena consciência de minha depravação total, e somente o Cristo pode me justificar de meus pecados.

"Ora, todos nós estamos na mesma condição do impuro! Todos os nossos atos de justiça se tornaram como trapos de imundícia. Perdemos o viço e murchamos como folhas que morrem, e como o vento 

as nossas próprias iniquidades nos empurram para longe." - Isaías 64:6

O principal defeito hoje do evangelicalismo contemporâneo é justamente isso, ele não remete as pessoas a olhar sua real condição ante a um Criador Soberano e auto-suficiente, ou seja, ele não precisa de mim. A obra salvífica, completada na cruz, não poderia nunca contar com minha ajuda limitada, nós na verdade fomos apenas beneficiado dela, co-herdeiros em Cristo.

Somente o poder de Deus, que desceu dos céus por intermédio de Jesus, nos limpa de nossa imundícia.

Esse vetor que reage em nós chama-se GRAÇA, ela que nos alcançou nos redimiu de todo mal.

O Cálice

Pode até parecer um discurso triunfalista, mas qual é a grande motivação do Cristão? 

Pelo menos pra mim é a Glória Eterna, a santificação completa, o dia em que estaremos lado a lado do Senhor, seremos governados por ele e não haverá nada mais importante que sua presença nos regendo.

Mas requer lucidez e graça, graça para nos salvar e conduzir até ele, e lucidez para não nos contaminar com o que é contrário a vontade do Pai.

Claro que não estou dizendo para sermos perseverantes com nossas forças, mas perseverantes na dependência DEle, pois tudo que ele nos der é o suficiente.

Enfim se você foi um cego, um trapo e busca beber do cálice do seu redentor, seja bem vindo, a jornada é dura, Ele nos falou que seria, mas ele também disse que sempre estaria conosco. Fique na Paz e na Graça do Senhor Jesus e reflita nesse singelo texto.



0 comentários:

Postar um comentário