quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

O que fazer quando as heresias sufocam? Parte 2



“mas, examinai todas as evidências, retende o que é bom” – 1 Tessalonicenses 5:21

As investidas dos pastores neo-pentecostais para arrecadar mais dinheiro beiram o absurdo e inimaginável. Este pastor não satisfeito com a crise que "assola" o país e sua queda eminente de dízimos (arrecadação da igreja), procura persuadir pessoas a usar o limite do cheque especial, ou a utilizar o limite do cartão de crédito, dividir no cartão, entre outros artifícios hediondos.

Mas sinceramente as pessoas que buscam as bençãos, as curas, participam de campanhas e mais campanhas vazias de evangelho, não são tão inocentes assim.


Há alguns dias um conhecido pregador enfatizou em um de seus vídeos semanais que o Macedo, Valdomiro, Agenor, R.R, só são o que são porque o público diz amém para eles, as pessoas acatam toda e qualquer "revelação" ou "clamor" vindo deles, preterindo a Palavra, que remete a um caminho de dor, luta e perseverança.

Mas enfim voltando a história do texto, este meu irmão José, mesmo enxergando essa rede de heresias e consumista da fé alheia, não se posiciona a cerca de verdade.

Os dois perfis de pastores que apresentei para ele, um que trabalha e outro que curte o luxo a vida boa de "comer o melhor dessa terra", ou como lê mesmo um dia disse no púlpito, "vive uma vida em abundância".

A cegueira é tanta que juntando ao comodismo ou ainda a questões de personalidade como "o que irão falar de mim se eu me desligar da igreja"

Pra finalizar disse a este querido irmão:

"Não se apague a status ou a vantagens que pode vir a ter, seu cargo, seu nome dentro da congregação, apegue-se ao evangelho apenas, faça dele seu estandarte, e lute contra as heresias. Combata o bom combate, seja uma voz sincera em meio a este caos que está vivendo. Não deixe de seguir o evangelho para ouvir o "outro evangelho". Apenas sai disso e peça ao Espírito Santo que o desintoxique de tudo que aprendeu e procure ler a palavra e praticá-la.

0 comentários:

Postar um comentário