terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

O que fazer quando as heresias sufocam?



“mas, examinai todas as evidências, retende o que é bom” –     1 Tessalonicenses 5:21

Hoje tive uma conversa com um amado irmão que congrega ainda na igreja (eclésia) que outrora eu e minha família íamos. Este irmão eu cuidava e até hoje sinto que tenho que cuidar dele, em oração e em exposição da Palavra. Não para mostrar algum conhecimento ou sabedoria, mas apenas para que sua vida sofra a mesma metanóia que sofri e sofro ainda.

Mas porque “1 Tessalonicenses 5:21”? acalme-se já vou explicar.

Em uma de minhas bíblias de estudos, na NVI, o comentário bíblico do versículo acima é:

“Ponham a prova todas as coisas. A aprovação do dom da profecia (v.20) não significa que qualquer pessoa que alega falar em nome do Senhor deve se aceita sem critérios. Paulo não diz quais testes específicos devem ser aplicados, mas deixa clara que cada doutrina seja avaliada – certamente deverão estar de acordo com o evangelho por ele pregado.

Corriqueiramente quando nos encontramos assuntos como dízimos, família, heresias de pastores vêm a tona.

Ele me disse que não tem dizimado e se sente roubando a Deus, porque o pastor disse que “aquele que não dizima é ladrão, e ladrão não entrará no reino dos céus”.

Notadamente este assunto sobre dízimos é muito polêmico e com diversas opiniões (inclusive já tratadas neste blog e em nossa página do Facebook).

Alguns absurdos praticados pela denominação que ele participa, ‘picuinhas’ entre obreiros para ver quem aparece mais, disputa por poder status, ensinos cheios de heresias.

Quando se conhece o evangelho em sua essência, é impossível não haver uma transformação. 

Quando não há exposição do evangelho apenas sabedorias humanas e palavras com interesses pessoas, existe sim manipulação.

Quando um pastor exalta uma liturgia onde a bíblia não nos doutrina a isso, ou introduz uma sistemática sincrética e pragmática, temos o cenário perfeito para o desenvolvimento da apostasia. 

Imagine ouvir que “Jesus veio para nos dar vida em abundancia aqui na terra”? Pois eu ouvi isso e neste dia o Espírito Santo abriu meus olhos, quando eu tentei reter o que é bom e não consegui encontrar nada além da heresia.

Até certo ponto uma heresia pode ser positiva, pois ao cristão alicerçado na Palavra uma frase, uma palavra fora do contexto bíblico é uma afronta. Por isso a leitura bíblica diária e orações sinceras são necessárias e como alimento para a alma.

Após dizer isso ao meu irmão ele me perguntou:

“Mas o pastor é ungido não posso julgá-lo”

"Não julgueis de acordo com a aparência, mas decidi com justos julgamentos.” – João 7:24

Vamos analisar este Pastor e compará-lo com outro pastor que nós dois conhecemos, este seu pastor acaba de trocar de carro (zero do ano), possui uma casa com dois pisos, tem dois filhos e todos estão encaminhados (um faz faculdade e outro está rodando o Brasil em busca de seu sonho de ser jogador de futebol), no ano passado ele comprou uma fazenda.

Já o segundo pastor tem um carro usado, pois a pouco tempo tinha apenas uma moto CG 125 velha, investe todo dinheiro que entra na igreja nela própria, e mora na mesma casa há mais de 20 anos. Trabalha além de pastorear a igreja, e como se trata de uma igreja madura ele recebe uma ajuda de custo dela, com o consentimento dos irmãos.

Há 20 anos atrás estes mesmos pastores estão em situação financeira idêntica, porque será que o primeiro cresceu tanto em posse? O versículo abaixo responde de forma sutil:

"Assim, o Senhor também ordenou aos que proclamam o evangelho, que igualmente vivam do evangelho!" -             1 Coríntios 9:14

Um engordou (literalmente pois está gordinho) do evangelho e o outro viveu do evangelho.
Ele espantado responde:

“Mas irmão, nunca pensei dessa forma, na semana passada quando realizaram a campanha denominada Jeová Jireh o pastor me pediu uma oferta de R$ 1.000,00 (mil reias) para que eu tenha a benção financeira em minha vida, disse que não tinha ele me falou para usar meu limite se preciso mas que não poderia perder essa oportunidade”


Continua...........

0 comentários:

Postar um comentário